FUTEBOL

20/04/2015 - 12h41 - Atualizado em 23/04/2015 - 12h19

Capixabão 2015

O Rio Branco-ES provou que a derrota para o Real Noroeste, na última quarta, não passou apenas de um deslize no caminho que leva às finais do Campeonato Capixaba 2015. Prova disso foi clássico contra a Desportiva Ferroviária, na tarde deste sábado, no Engenheiro Araripe, pela sétima rodada do hexagonal semifinal. Desta vez completo, o time Capa Preta derrotou a até então embalada Locomotiva Grená, por 1 a 0, e ficou mais próximo de conquistar um das vagas para a decisão.
 
O atacante Edu mais uma vez foi o protagonista do confronto. No segundo tempo, quando a Desportiva estava melhor, o jogador aproveitou um passe de Bruno Paiva, tirou o goleiro Paulo Henrique, com um toque de cabeça, e fez o gol da vitória, assim como foi no jogo do primeiro jogo entre as duas equipes.
 
Com o triunfo no clássico, o Rio Branco-ES chega aos 18 pontos ganhos e segue absoluto na liderança do hexagonal semifinal. Já a Desportiva Ferroviária, com a derrota para o arquirrival, estacionou nos 12 pontos, mas se manteve na segunda colocação, dentro da zona de classificação para as finais.
 
 
O Hexagonal Semifinal do Campeonato Capixaba 2015 prossegue neste meio de semana com a realização da oitava rodada. Na terça-feira, feriado de Tiradentes, o Rio Branco-ES vai ao Norte do Estado para enfrentar o Linhares, às 15h, no Estádio Joaquim Calmon. Na quarta, às 20h15, a Desportiva Ferroviária recebe o Estrela do Norte, no Engenheiro Araripe, em Cariacica.
 
O jogo
 
Superior em todo o primeiro tempo, a Desportiva se lançou ao ataque e poderia ter ido para o intervalo na frente do placar. Bruninho Araújo, aos 13 minutos, chutou forte e quase marcou para a Tiva.

Aos 30 minutos, porém, uma troca de agressões entre o capa preta Ramon e o grená Ivan deu início a uma grande confusão em campo. Mas apenas Ramon e Ivan foram expulsos. Nos acréscimos, após falta cobrada para a área, Paulo Vitor não encontrou nada e, na sobra, Erivelton chutou forte para fora.

Na segunda etapa, o Rio Branco equilibrou mais a partida, mas a Desportiva ainda era melhor. Aos 25, Jean Sá em jogada de maior perigo ajeitou para Vitor Santiago chutar bem, mas para fora.

Até que veio o castigo. Aos 34 minutos, Bruno Paiva lançou Edu Capetinha, que aproveitou saída ruim do goleiro Paulo Henrique, deu um drible de corpo e mandou para os fundos das redes. Delírio capa preta no Araripe.
 
 
Fonte: Globo Esporte - ES
 
 

publicidade anuncie i

siga o nosso twitter

curta nossa fan page

enquete

Que estilo de música mais te agrada?

- todos os direitos reservados © 2013