NOTÍCIAS

05/07/2016 - 15h47 - Atualizado em 05/07/2016 - 15h54

Modelo deficiente auditivo vai desfilar no Vitória Moda 2016

O modelo paulista Davi Grein Bona, 22 anos, deficiente auditivo, vai desfilar no Vitória Moda, a semana de moda do Espírito Santo, nesta terça-feira (4). Morador de Aracruz, na região Norte do estado, ele sonha em ganhar as passarelas.
Davi ficou deficiente auditivo com sete meses de idade, devido a uma sequela de uma meningite bacteriana. Após vencer as barreiras, ele está prestes a ganhar o mundo como modelo - recentemente fotografou a campanha de Dia dos Namorados da rede de lojas Riachuelo.
Estudioso, Davi concluiu o ensino médio e agora frequenta o curso de Mecânica, tendo aulas com a participação de um intérprete de Libras, a língua de sinais.
“Gosto de cálculos e foi o curso que mais me interessou. Tenho intérprete desde a terceira série e já estudei em escola especial para surdos no Paraná e em Santa Catarina. Isso ajudou muito, pois com elas que eu aprendi Libras”, conta o jovem. 
Além de frequentar o curso de Mecânica, ele também divide seu tempo com a carreira de modelo, já que seu grande sonho é poder viajar ao lado do irmão André Bona, de 24 anos, um dos modelos masculinos mais fortes da indústria nacional atualmente, com trabalhos no currículo para marcas como Prada e Givenchy.
modeloso Lucas quanto o André. Foi muito legal ter fotografado a campanha de Dia dos “Somos em três irmãos e nos damos muito bem. Os dois me ajudam muito, tanto Namorados com o André. Adorei trabalhar com ele, principalmente numa campanha tão significativa”, conta.
Nesta nona edição do Vitória Moda, que tem como tema “Natural, original, tropical - mergulhando em nossas raízes”, que pretende exaltar a arte, a cultura e a moda do Espírito Santo, o modelo irá desfilar para as marcas Studio Etá e Konyk.
Entrevista
Como foi a sua infância?
Foi muito boa, com brincadeiras e muita mudança. Gostava de brincar com os meus irmãos no sítio onde morávamos.
Desde novo você teve que se esforçar para entender os amigos na escola, os professores...
Sim, sempre foi difícil. Mas tenho facilidade em me relacionar com as pessoas, apesar da minha pouca audição. O difícil é quando a pessoa não me conhece e não sabe da minha deficiência.
Como você aprendeu a fazer leitura labial?
Não faço leitura labial, acho que entendo mais as reações e as expressões das pessoas.
Como você começou a modelar?
Em 2014 meu irmão André, que é modelo internacional, fez o intermédio falando de mim na Europa. E acabei sendo procurado aqui no estado. O meu agente Anderson Bonella, achou o meu perfil muito interessante para o mercado.
Você e seu irmão já fotografaram juntos para alguma campanha?
Por enquanto só para a campanha da Riachuelo. Adorei trabalhar com ele, principalmente por ter sido um trabalho muito significativo.
Pensa em morar fora do país?
Sim. Viajar com o meu irmão André é o meu sonho.
Qual o seu diferencial?
Acho que são os meus olhos. Como eu tenho que ficar mais atento que a maioria das pessoas, eles são um pouco mais expressivos.
Qual o seu grande sonho na moda?
Meu sonho é viajar e conhecer outras culturas. A vida do meu irmão é fascinante. Aprende-se muito, tem que manter o foco e ter muita disciplina. Estou disposto a querer aprender.
Você sentiu mais dificuldades ou preconceito por ter deficiência auditiva?
Não senti preconceito. Todos me ajudam muito.
O que você já aprendeu com a vida?
Aprendi que a cooperação é muito melhor que a competição. Somos muito melhores quando respeitamos e somos respeitados.

publicidade anuncie i

siga o nosso twitter

curta nossa fan page

enquete

Que estilo de música mais te agrada?

- todos os direitos reservados © 2013