NOTÍCIAS

29/07/2016 - 16h21 - Atualizado em 29/07/2016 - 16h24

Uniforme 'cor de lama' de time do ES lembra desastre no Rio Doce

O clube de futebol capixaba Rio Branco-ES lançou, nesta quinta-feira (28), um uniforme 'cor de lama', em menção ao Rio Doce, atingido pelos rejeitos de minério da Samarco, cujos donos são a Vale e a BHP. A novidade é fruto de uma parceria com o Instituto Últimos Refúgios, organização que tem um projeto de conscientização sobre a devastação do rio.
A nova camisa tem em sua textura a reprodução de uma foto do rio, feita após a tragédia. O lançamento do novo uniforme aconteceu em uma loja do Centro de Vitória, com a presença de jogadores, do técnico Flávio Annunziata, de torcedores e da nova musa do clube, a personal trainer Dany Trancoso.
A nova camisa tem em sua textura a reprodução de uma foto do rio, feita após a tragédia. O lançamento do novo uniforme aconteceu em uma loja do Centro de Vitória, com a presença de jogadores, do técnico Flávio Annunziata, de torcedores e da nova musa do clube, a personal trainer Dany Trancoso.
Também presente no evento, o presidente Maurício Duque destacou a importância social da ação.
"Reafirma o nosso compromisso social. O Rio Branco não é só um clube de futebol, o Rio Branco é uma agremiação que tem responsabilidade social e eu espero que esse projeto, não só essa ação, mas todas as ações que estão previstas para este ano deem muito certo e a gente tenha um retorno muito positivo", disse.
Ainda de acordo com o presidente, a estreia da nova camisa acontece neste sábado (30), às 15h, quando o time encara o Linhares, no Kleber Andrade, em Cariacica.
A previsão é que a camisa esteja à venda a partir da próxima semana, nas lojas da Icone Sports, ao valor sugerido de R$ 139,00 (sócio-torcedor tem desconto de 10%). Do valor total de cada camisa vendida, a quantia de R$ 16 será destinada do projeto "Lágrimas do Rio Doce".
A concepção da nova camisa do Rio Branco nasceu de uma imagem produzida pelo fotógrafo Leonardo Merçon, autor do acervo digital "Lágrimas do Rio Doce", projeto que faz parte do Instituto Últimos Refúgios.
O diretor de relações institucionais da ONG, Ulisses Ribeiro, acredita que a parceria com o Rio Branco vai trazer mais visibilidade para o projeto.
"É muito importante porque a gente sabe que os projetos de sensibilização ambiental geralmente não chegam à grande massa, e o futebol é um veículo de comunicação muito importante com as pessoas. A gente acredita que o Rio Branco vai ajudar o instituto a ser mais conhecido perante a sociedade", contou.
 
 

publicidade anuncie i

siga o nosso twitter

curta nossa fan page

enquete

Que estilo de música mais te agrada?

- todos os direitos reservados © 2013