NOTÍCIAS

11/10/2016 - 15h35 - Atualizado em 11/10/2016 - 15h48

Independente-SP confirma interesse no goleiro Bruno, preso desde 2010

Condenado a uma pena de 22 anos e três meses de prisão, o goleiro Bruno está na lista de interesse do Independente-SP para a disputa da Série A3 do Paulista de 2017.
O clube de Limeira acompanha de perto a situação de Bruno e, inclusive, o pedido da defesa do goleiro para que seja anulada a certidão de óbito de Eliza Samúdio – que daria a liberdade a ele – para fazer uma proposta oficial aos representantes do jogador.
Bruno não atua profissionalmente desde o dia 15 de junho de 2010, quando defendeu o Flamengo contra o Goiás pela Série A do Brasileiro. Apesar do longo período afastado do futebol profissional, o investidor do Independente, Anivaldo dos Anjos, diz que não vê problemas em tal situação e que o Galo está de portas abertas para ressocializar o goleiro em caso de liberação da prisão.
– Conversei com o procurador do Bruno, e ele disse que o jogador gostaria de retornar a carreira. Para nós do Independente não há problema ele fazer parte do nosso projeto. O Bruno é um goleiro irretocável. Também levamos em conta que na nossa nossa sociedade é muito difícil um ex-detento retornar a carreira. Então, nós manifestamos interesse – disse dos Anjos.
O interesse no jogador faz parte da linha de trabalho do Independente, que procura jogadores mais experientes para formar o elenco que vai disputar a terceira divisão do futebol paulista. O técnico Fernando Alves disse que o goleiro seria muito bem vindo à filosofia que pretende adotar no clube.
– Se realmente esse interesse der certo, significaria um profissional de alto nível no nosso elenco. Claro que no dia a dia nós não podemos nos esquecer da pessoa. O que ele fez está pagando. Como atleta, porém, ele seria de fundamental importância para gente. Nós queremos atletas experientes para compor o elenco – disse Alves.
brunoBruno mantém a forma na APAC de Santa Luzia, onde está atualmente (Foto: Bernardo Pombo e Luiz Cláudio Amaral)
No último dia 21 de setembro a 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Minas Gerais decretou a análise do pedido da defesa do goleiro, que pede a anulação da certidão de óbito de Eliza Samúdio. Caso o pedido seja acatado, é possível que Bruno seja colocado em liberdade. Essa é a segunda vez que a defesa pede a anulação da certidão de morte de Samúdio.
– Estou em contato com o procurador do Bruno. Não conheço a situação penal dele, ainda estamos estabelecendo contato entre as partes. Se ele for sair da prisão, ele nos interessa sim. Agora, precisamos ter um retorno, saber se ele efetivamente vai sair e se dispõe para vir disputar uma Série A3. Se for o caso, ele é o nosso primeiro candidato – completou Anivaldo.
Bruno foi condenado pelos crimes de assassinato e ocultação de cadáver de Eliza Samúdio e pelo sequestro e cárcere privado do filho Bruninho. Eliza, mãe do filho do goleiro, desapareceu em 2010 aos 25 anos. Seu corpo nunca foi encontrado. Bruno foi transferido em 2015 da penitenciaria de Nelson Hungria, em Contagem, para o Centro de Reintegração Social da Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (APAC), em Santa Luzia.

publicidade anuncie i

siga o nosso twitter

curta nossa fan page

enquete

Que estilo de música mais te agrada?

- todos os direitos reservados © 2013